Deus agiu e realizamos Sua vontade.

Após dois anos de planejamento e enfrentando dificuldades decorrentes da pandemia, conseguimos, finalmente, levar duas embarcações, amarradas uma na outra, para o rio Juruá para servir aos trabalhos missionários ali. Também realizamos uma pesquisa missionária em rios desconhecidos que, com certeza, já trouxe e trará resultados fascinantes para a obra missionária na Amazônia.


Saímos da cidade de Lábrea/AM, descendo pelo rio Purus até a sua desembocadura no Rio Solimões. Entramos no Solimões e navegamos até a desembocadura do Rio Juruá, chegando na cidade de Cruzeiro do Sul/AC. Foram mais de 4 mil quilômetros, com todos os desafios inerentes dessa viagem, inclusive passando pela zona vermelha do Solimões, que registra a presença de piratas e saqueadores. Mas Deus é conosco, Seu anjo acampa-se ao nosso redor e, pela Sua graça, nada nos aconteceu.


Fomos de vila em vila realizando uma pesquisa para o Projeto Fronteiras II, mapeando toda a área, colhendo imagens, relacionando-as às devidas localizações de latitude e longitude. As imagens e informações serão compiladas e, futuramente, poderão ser visualizadas no site do Projeto Fronteiras II. Todo esse empenho possibilitará, às igrejas e organizações, ações para avanço da obra missionária.


Vale a pena tanto esforço, sacrifício e gastos? Sim, vale, pois temos a compreensão bíblica de que uma alma vale mais do que o mundo inteiro.


Deus agiu e realizamos Sua vontade. Cada vila e cada casa nas margens do rio recebeu uma porção da Palavra de Deus. Entregamos bíblias, literaturas, 1.000 unidades do Cartão do Céu (memória para celular que contém a Bíblia em áudio, 500 hinos, programas radiofônicos para homens, mulheres e crianças, lançado pela HCJB Brasil). Realizamos e participamos de cultos com oportunidade de evangelismo pessoal e testemunho do amor de Deus pelos ribeirinhos. Iniciamos duas novas bases da MEAP, com grupos de missionários e cooperadores que serão recrutados para a continuação da evangelização do rio Juruá e de seus afluentes.


Planos futuros: Estamos buscando recursos para que o casal Oscar e Mariles, responsável pela expansão do ministério no rio Juruá, possa viajar, regularmente à região e solidificar as novas bases implementadas. Precisamos de, pelo menos, dois casais de obreiros em cada base para avançar, estruturando polos missionários estratégicos que servirão para evangelização das famílias que vivem ao longo do rio Juruá.


Por meio de suas ofertas e orações, você tem cooperado para a expansão do Reino de Deus aos ribeirinhos e pescadores artesanais que vivem distantes, clamando por socorro. Muito obrigado por participar conosco, como resposta a esse clamor, seguindo o Mestre na missão de fazê-lo conhecido.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo