Que amor é esse?

CARTA MISSIONÁRIA


Deixei o Sul e atravessei à outra ponta do país. Deixei o clima frio, que me agrada tanto, e troquei pelo calor do Norte. Deixei o conforto da casa, para dormir em redes e morar em um barco durante alguns dias. Deixei o tempo de férias para servir ao Senhor no Purus/AM, honrando a missão que Ele nos deixou em Mateus 28.19: “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo."


Escrevo assistindo a bela criação de Deus, à beira do rio Purus, vendo como os tons de cores compõe um céu tão lindo no pôr do sol, enquanto botos dançam nas águas.


Nossa equipe, cinco pessoas de Rio do Sul/SC, atuou em duas comunidades: Laranjeiras e Irajá. Experimentamos o agir de Deus em cada lugar com suas peculiaridades, diferentes maneiras de evangelizar, outra rotina, outras tradições, mas ainda algo em comum, pessoas sedentas pela Palavra de Deus.


Há algum tempo tenho esperado por respostas de oração, sobre a vontade de Deus para minha vida. Mesmo sem ter uma resposta clara do próximo passo, sei que não há nada mais necessário e prazeroso, do que servir ao Reino de Deus, fazer aquilo que é eterno.


Deus, em sua grandiosidade, superou qualquer ideia que eu tinha antes de chegar aqui e me surpreendeu. Em cada detalhe Ele mostra seu amor e cuidado, na Sua soberana e grande simplicidade, Ele usa pequenas coisas, como nós, para Sua honra e glória e transforma e molda nosso coração de acordo com aquilo que Ele quer.


Que amor é esse? Amor que não podemos entender.


Julia Andressa Vieira

60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo