top of page

“Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à esta posição”?

Gostaríamos de lhe apresentar nosso campo mais recente e pioneiro entre o povo ribeirinho: O Rio Juruá.


Pesquisas do Projeto Fronteiras I (2015) mostram que quanto mais distante de Manaus, mais as comunidades ribeirinhas são desassistidas de trabalho missionário. O extremo oeste do Amazonas, onde fica a região em que estamos trabalhando, é o maior desafio.


O Juruá é o segundo rio menos evangelizado da Amazônia e o mais sinuoso do planeta. Só no trecho do Amazonas existem 795 comunidades e apenas 98 (12%) com presença evangélica. São 697 comunidades carentes de Jesus.



Diante da escassez de iniciativas evangelísticas e missionárias nessa região e por sua vocação ministerial, a MEAP está aceitando o empolgante desafio de aglutinar parceiros, recursos, pessoas, dons e talentos para empreender um processo de plantação de igrejas numa das regiões mais distantes no Brasil.


Neste momento nossa equipe está trabalhando, especificamente, em comunidades ribeirinhas sem presença evangélica na cidade de Guajará – AM.


Temos forte inspiração na incrível experiência que o Apóstolo Paulo teve no processo de plantação da igreja de Tessalônica, em apenas 4 semanas. Ele diz como foi:

"Porque o nosso evangelho não chegou até vós tão somente em palavra, mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção, assim como sabeis ter sido o nosso procedimento entre vós e por amor de vós". 1 Tess 1.5


Cremos que o que vai transformar a vida das pessoas, famílias e comunidades do Rio Juruá é o Evangelho como sinônimo da chegada de Cristo, cremos que esta chegada será marcada por palavra (pregada), mas também por poder (para viver milagres), no Espírito Santo (que convence o homem do pecado, juízo e justiça), em plena confiança (de vocação nEle), bom procedimento (testemunho) e amor.


Temos forte convicção de que Deus ouviu o clamor dos perdidos do Rio Juruá com Seus ouvidos, viu com Seus olhos, se compadeceu em Seu coração e está estendendo Suas mãos para lançar pessoas e recursos nessas margens como sementes de salvação.


Um dia nosso líder de campo precisou fazer uma viagem para uma comunidade e não pôde levar a família. Ele resolveu levar Seu Amarízio, um novo convertido de outra comunidade. Navegaram bem devagar para que o missionário explicasse mais sobre Bíblia e perguntasse como estava sendo a chegada do evangelho. Na semana seguinte a esposa do Seu Amarízio disse para a esposa do missionário que ele entendeu a pregação da parábola do semeador e que estava lutando para ser uma boa terra, dar muitos frutos e que o sonho dele é um dia ainda cantar e pregar para outras pessoas.


Jesus certa vez disse: “Os campos estão brancos, prontos para a colheita”; e nós temos dito que os peixes estão pulando para dentro do barco. A cada semana mais pessoas chegam até nós com o desejo de conhecer mais sobre Deus.


Temos apenas uma equipe e esta é bem pequena. Seguimos o conselho bíblico de rogar ao Senhor que mande trabalhadores para Sua seara. E assim como Mardoqueu disse a Ester: “Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha?" (Ester 4:14), nós dizemos: “Quem sabe se não foi para ajudar na ‘pesca maravilhosa’ no Rio Juruá que esta carta chegou a você”?


Começar o trabalho no Rio Juruá tem sido incrível e queremos lhe dar a oportunidade de participar também!


97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page